Cote e Compare os melhores Seguros de Carro

Poupe até 40% no seu seguro automóvel!

Cotar Seguros de Carro

Na atualidade algumas vezes é difícil poder encontrar uma empresa que possa dar lhe todas as respostas e soluções que você necessita em momentos aonde podem ocorrer alguns dos muitos riscos que em todo momento existem, e é por isso, que no assunto de hoje vamos analisar uma asseguradora que oferece um serviço realmente muito particular e que é muito recomendável para toda a população já que em casso de ter algum tipo de acidente veicular você vai estar totalmente protegido e com a maior assistência e, estamos falando da seguradora Líder e seu serviço que oferece de seguros DPVAT, a continuação vamos a analisar melhor a questão.

Em primeiro lugar você seguramente se preguntará que é um seguro DPVAT, para empeçar temos que dizer-lhe que significa que é um seguro de danos pessoais causados por veículos automotores terrestres. Com este tipo de serviço você vai contratar um seguro social destinado a indenizar às vitimas de acidentes de trânsito sem importante quem tenha a culpa ou se você é o condutor, passageiro ou simplesmente pedestre. Em outras palavras, este é um plano social já que os recursos para a indemnização são financiados com o dinheiro dos proprietários de veículos com um pagamento anual destinado ao pago das indemnizações, a programas de prevenção de acidentes e ao Ministério de Saúde.

Agora que já entende melhor a questão, podemos analisar a seguradora Líder, uma instituição originada no ano 2006 pelo Conselho Nacional de Seguros Privados e que trabalha com capital exclusivamente nacional. Esta asseguradora basicamente oferece três tipos de coberturas, cobertura em casso de morte, cobertura em casso de invalidez permanente, e cobertura para despensas médicas e hospitalares. Dependendo de qual seja seu veículo vai ser a quantidade exata que vai ter que pagar, podendo financiar em até três pagamentos para uma maior acessibilidade a este plano. Devemos destacar que para veículos 0 km, ou seja, que vão a realizar seu primer pagamento, não conta com a opção de financiamento e tem a obrigação de realizar o pago em uma parcela, e o mesmo está estabelecido para os veículos categoria um (automóveis) e categoria dez (caminhões).

Anualmente a seguradora Líder estabelece uma tabela de pagamento para saber qual é a quantidade que lhe corresponde a cada pessoa. Para veículos tem um custo de 105,65 reais, para ônibus tem um custo de 396,49 reais, para motocicletas um custo de 292,01 reais e para caminhões um custo de 110,38 reais. Para saber aonde realizar o pago é necessário que ingresse na página web de Líder já que dependendo de seu Estado vai ser aonde deverá realizar o pagamento.

 Em casso de algum acidente, a forma de pagamento da indenização se realiza a conta corrente da vitima ou seus beneficiários em um prazo máximo de até 30 dias após a apresentação de toda a documentação necessária. Em casso de morte ou de invalidez permanente, a indenização é de 13.500 reais, por outro lado, em casso das despensas médicas e hospitalares, você vai contar com uma cobertura de até 2.700 reais dependendo do grau de invalidez que você sofreu no acidente.

Para fechar a questão temos que dizer que em casso de quer realizar qualquer tipo de consulta ou em casso de sofrer algum acidente e necessite assessoramento, você pode comunicar-se ao telefone 0800-022-1204 com atenção todos os dias da semana e às 24 horas.



O que é o Seguro DPVATO Seguro obrigatório DPVAT foi criado pela Lei n° 6.194/74, modificada pelas Leis n° 8.441/92, 11.482/07 e 11.945/09, para proteger as vítimas de acidentes causados por um veículo automotor, por sua carga, em todo o território nacional e não importando quem seja o culpável do acidente. As pessoas que têm direito a receber a indenização do DPVAT são qualquer vítima de um acidente que envolva um veículo automotor, inclusive os motoristas, os passageiros ou os pedestres, sem importar qual seja a quantidade de vítimas, já que todas terão direito a sua indenização. O seguro obrigatório efetuará o pagamento da indenização nos casos de morte, de invalidez permanente total ou parcial e por despesas de assistência médica e suplementares ocasionadas como consequência do acidente. Na ocorrência de morte, quem receberá o pagamento será o beneficiário previamente especificado. Nos casos de invalidez permanente e de reembolso das despesas médicas e hospitalares, será o próprio acidentado quem receberá os benefícios do seguro.

O Seguro DPVAT terá vigência durante o ano civil. Dependendo da categoria do veículo, o pagamento poderá ser parcelado em até 3 vezes sem juros. Os veículos que permitem o parcelamento são os que pertencem às categorias 3 e 4. Os demais só podem pagar o seguro à vista A data de vencimento do pagamento é junto com o vencimento do IPVA. O prazo de entrada do pedido de indenização é por três anos, a partir da data em que aconteceu o acidente de trânsito, e pode ser realizado pela própria vítima ou pelo beneficiário. Para o caso das pessoas que sofrem invalidez como consequência do acidente, o prazo também é de três anos, mas a partir da data do laudo conclusivo do Instituto Médico Legal ou da data de alta definitiva médica.

Para solicitar a indenização do Seguro DPVAT só terá que se contatar com uma seguradora de confiança, que forme parte dos consórcios do DPVAT. Logo de apresentar a documentação necessária, seu pedido será aceitado. Você receberá sua indenização ou o reembolso até em 30 dias após a solicitação. O pagamento será realizado nos bancos autorizados, na conta corrente do beneficiário ou da vítima. 



Indenização do Seguro DPVATA indenização do Seguro DPVAT cobre em três situações de pessoa vitimada. A indenização por morte é quando a vítima falece em virtude do acidente de trânsito. Em este caso, são os beneficiários quem recebem o pagamento da indenização correspondente. Outra das coberturas deste seguro é por invalidez permanente total ou parcial, que é quando o acidentado venha a se invalidar permanentemente, de maneira total ou parcial, como consequência do acidente de trânsito. Determinará-se a invalidez depois de ter finalizado o tratamento. A indenização será em função da gravidade e o porcentual da incapacidade da vítima. Esse valor se apura segundo a tabela de Danos Corporais Totais da Lei n° 6.194/74. A terceira cobertura do Seguro DPVAT é para o reembolso das despesas de assistência médica e suplementares, quando a vítima efetua despesas com assistência médica e suplementares, para seu tratamento, sob orientação médica. Em este caso, é a própria vítima quem recebe a indenização. Os danos materiais, os acidentes ocorridos fora do território nacional, as multas e fianças impostas ao condutor ou proprietário do veículo e os danos pessoais resultantes pela radiação ou radioatividade de combustíveis nucleares não estão cobertos por este seguro.

De acordo o estabelecido pela Lei, os valores de indenização são: por morte, R$ 13.500; por invalidez permanente, até R$ 13.500; e por reembolso das despesas médicas e hospitalares, até R$ 2.700. As pessoas que tem direito à indenização são todas aquelas que forem vítimas de um acidente de trânsito, seja um pedestre, o motorista, um passageiro do veículo e também se o acidentado for atingido pela carga do veículo. O pagamento da indenização do Seguro DPVAT não vai depender da apuração de culpados. A partir da data do acidente, a pessoa que quer ser indenizado tem um prazo de até 3 anos para realizar o pedido. A vítima ou seus beneficiários deverão procurar sua seguradora de confiança e apresentar a documentação que lhes será solicitada. Também deverá informar seus dados bancários para receber o dinheiro. A maioria dos bancos estão autorizados a acreditar as indenizações em conta corrente. Alguns bancos aceitam também a pagamento em counta poupança. 



Seguro DPVAT e Seguradora LíderNo ano 2008, a Seguradora Líder DPVAT começou a trabalhar para aperfeiçoar o Seguro DPVAT, direito de todos os cidadãos. Apresentando um novo modelo de gestão e desenvolvendo sua tarefa conjuntamente com as seguradoras consorciadas, inovou na gobernança e na administração com a intenção de melhorar o seguro, para que a sociedade tenha a proteção que merece. Hoje, as vítimas de acidentes recebem um bom atendimento e podem resolver o pedido e o recebimento da indenização com total eficácia. Graças à dedicação da Seguradora Líder, o brasileiro, seja qual for seu estado de residência, tem acesso aos benefícios do Seguro DPVAT. Esta instituição está fortemente comprometida em garantir o cumprimento do seguro como meio de proteção social para todo o território nacional.

O Seguro DPVAT (Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre) existe desde o ano 1974 com o fim de indenizar às vítimas de acidentes de trânsito, sem apuração de culpa. Os beneficiários deste seguro podem ser o motorista do veículo, os passageiros ou os pedestres involucrados. As coberturas são para danos ocasionados por morte, por invalidez permanente total ou parcial e pelas despesas de assistência médica e hospitalar. O procedimento para receber a indenização em caso de acidente é muito simples e não se precisa de ajuda de intermediários. O pedido de indenização é recebido por muitas seguradoras distribuídas por todo o país e você só tem que apresentar os documentos solicitados em sua seguradora de confiança. O prazo para isso é de três anos a partir data de ocorrência do acidente. O segurado receberá o pagamento da indenização em até 30 dias, em sua conta corrente ou poupança. 

O destino dos recursos arrecadados pelo Seguro DPVAT são colocados ao serviço da sociedade. O 50% do pagamento que fazem os donos de veículos é destinado ao pagamento das indenizações pelos acidentes ocorridos e na administração das operações do Seguro DPVAT, pela Seguradora Líder. A parte restante da arrecadação é usada pelo governo federal para ser investida na manutenção da saúde pública e na política nacional de trânsito. A Seguradora Líder assume seu compromiso com a sociedade brasileira e coloca a disposição de todos os cidadãos o direito do Seguro DPVAT.



Seguro DPVAT em JoinvilleO Seguro obrigatório DPVAT é de grande importância para a população brasileira. Criado no ano 1974, é o único seguro que oferece cobertura para todo o país. Até os visitantes estrangeiros que sofrerem um acidente de trânsito envolvindo um veículo automotor de via terrestre receberão a indenização do DPVAT. O seguro oferece cobertura por morte, invalidez permanente e pelas despesas de assistência médica e hospitalar. O benefício pode ser solicitado de maneira gratuita por qualquer pessoa vítima de um acidente, seja o motorista mesmo do veículo, os passageiros ou um pedestre. O DPVAT é um direito de toda a sociedade.

Em cidades tão populosas como Joinville, localizada no nordeste do estado de Santa Catarina, com o tráfego movimentado das vinte e quatro horas do dia, é muito comum a ocorrência de acidentes de veículos automotores. Por isso, todos os cidadãos de Joinville donos de veículos tem que contar com o Seguro DPVAT. Esta é uma maneira de garantir não só a segurança deles mesmos, mas também de toda a população. O DPVAT oferece indenizações de até R$ 13.500, segundo o caso. Para fazer o pedido de indenização, você tem que acessar no site oficial do seguro obrigatório, onde serão exlicados os passos que tem que seguir. A entrada do pedido é gratuita e sai em até 30 dias.

Na cidade de Joinville, o Seguro DPVAT dos veículos usados poderá ser pago à vista ou em parcelas, se o veículo for moto, ônibus, micro-ônibus ou vans. Em caso de escolher o pagamento parcelado, você tem que gerar as guias no site e fazer o pagamento em qualquer banco até a data de vencimento. Para os pagamentos à vista destes veículos, os lugares habilitados são o Banco do Brasil, Creditan, Bradesco, Itaú, Santander, Caixa Econômica Federal, HSBC, Sicredi, Sicoob e Bancoob. Para os outros tipos de veículos, os lugares habilitados são os seguintes: Banco do Brasil, Bancoob, BMB, Bradesco, BESC, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú, Panamericano, Rendimento, Santander e Unibanco. Os veículos 0km que têm que fazer o primeiro licenciamento podem pagar também no Banco do Brasil, Creditan, Bradesco, Itaú, Santander, Caixa Econômica Federal, HSBC, Sicredi, Sicoob e Bancoob.



Seguro DPVAT e LicenciamentoQuando comparmos um automóvel, além de contar com os gastos das parcelas de financiamento e o combustível, temos que levar em conta que há que reservar dinheiro para outros gastos obrigatórios. O Imposto pela Propriedade do Veículo (IPVA), o lincenciamento e o Seguro de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) são um dever dos donos dos veículos, em qualquer parte do país. No momento de pensar em nosso planejamento financiero, não temos que esquecer de todas as despesas que geram os veículos.

Para ter permitido circular com um veículo, temos que ter renovado o licenciamento todos os anos. o licenciamento é a regularização obrigatória e anual do veículo para verificar as condições de segurança e a quitação dos débitos. Para que um veículo cumpra com a legislação de trânsito vigente tem que ter seus licenciamentos renovados anualmente. O Artigo 131 do Código de Trânsito Brasileiro estabelece que para que um automotor seja considerado licenciado tem que ter quitados os débitos relativos ao IPVA, o Seguro DPVAT e as taxas e multas de trânsito e ambientais. Só após de quitar os débitos será emitido o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo. Este documento é o único relativo ao veículo que se tem que levar obrigatoriamente.

Para renovar o licenciamento, o primeiro que temos que fazer é atualizar o endereço no Detram-MA para poder fazer a entrega do CRLV. Depois disso, devemos realizar o pagamento do licenciamento. Os proprietários em geral, com o Renavam ou com o boleto, podem pagar nas agências do Banco do Brasil ou em seus correspondentes bancários. Os proprietários correntistas do Banco do Brasil também podem fazer o pagamento por meio de débito em conta corrente. A entrega do licenciamento será realizada só após o pagamento do IPVA, o DPVAT e das taxas e multas. O CRLV será emitido por correio ao endereço que figura no cadastro do veículo. O seguro obrigatório DPVAT também forma parte do licenciamento de nosso veículo. Caso não paguemos este seguro, o veículo não será considerado licenciado e podemos receber uma multa por isso. Agende a data de vencimento de seu DPVAT e assim evitará problemas.



Seguro DPVAT em CuritibaEm uma cidade tão movimentada como é a capital do estado do Paraná, Curitiba, os acidentes de trânsito podem resultar coisa de todos os dias. Com uma das frotas de veículos mais grades do país, os cidadão curitibano está exposto ao constante perigo dos acidentes ocasionados pelos veículos automotores. E se levarmos em conta que não são só os motoristas os que podem resultar afetados, ainda mais se terá que atender esse assunto. A população brasileira conta com um seguro que garante indenização em caso de uma pessoa resultar vítima acidente envolvindo um veículo automotor de via terrestre, como os automóveis, as motos, os ônibus, entre outros. Também conhecido como seguro obrigatório, o Seguro DPVAT é um direito do curitibano.

Os Seguro DPVAT cobre nos casos de morte, invalidez permanente total ou parcial e de despesas de assistência médica e suplementares. Os danos materiais e os acidentes ocorridos fora do território nacional não estão cobertos pelo seguro obrigatório. O valor da indenização pode chegar até R$ 13.500, segundo as consequências do acidente. As pessoas que receberão a indenização são, nos casos de invalidez permanente ou de despesas médicas, a própria vítima; e nos casos de morte, o indenizado será a pessoa indicada como beneficiária. Para solicitar a indenização do Seguro DPVAT na cidade de Curitiba, você terá que apresentar a documentação necessária em qualquer seguradora consorciada. Para isso, não precisará da ajuda de terceiros, você mesmo poderá realizar os trâmites.

Para pagar o Seguro DPVAT em Curitiba, você tem diferentes opções. A renovação do seguro para os veículos usados pode ser paga à vista ou parcelada, segundo o caso. As motos, os ônibus, os micro-ônibus e as vans são os veículos que têm a possibilidade de fazer o pagamento em 3 parcelas fixas. Depois de gerar as guias no site do seguro, você pode pagar em qualquer banco até a data de vencimento. Os demais veículos, assim como os anteriores se quiserem pagar à vista, podem fazer o pagamento no Banco do Brasil, no Bancoob, na Bradesco, no CEF, no HSBC, no Itaú ou no Santander. Os veículos 0km, que tem que realizar o primeiro licenciamento, só podem pagar no Banco do Brasil.



Seguro DPVAT no Banco do BrasilO Banco do Brasil é uma instituição que oferece grande quantidade de serviços para facilitar à vida ao cidadão. Nessa entidade, você não só pode contratar seguros para garantir sua tranquilidade, mas também pode ter acesso a créditos, cartões e mais serviços. Todos estes serviços são disponibilizados para você através da ampla rede de atendimento que o Banco do Brasil tem em todo o país. Dentro das facilidades que encontramos, temos a possibilidade de realizar depósitos judiciais, PASEP, Guia de Recolhimento da União, Declaração de Isento, Cadastramento de CPF, Receita Federal, benefícios sociaos e o pagamento de tributos, como o IPVA e o DPVAT.

O DPVAT, Seguro por Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre, é a maneira de garantir sua segurança e a de todos os cidadãos. Todos temos o direito de receber a indenização do DPVAT caso aconteça um acidente com estas características. Acessando no site do DPVAT, você poderá conhecer como pode ser feito o pagamento e quanto tem que pagar por seu veículo. Na maioria dos estados do país, você pode realizar o pagamento do Seguro DPVAT através do Banco do Brasil. No BB os donos dos veículos usados ou novos, que tem que realizar o primeiro licenciamento, podem pagar o seguro obrigatório à vista ou em parcelas, só os veículos determinados. No site, você pode adquirir as guias de pagamento do seguro. Após a data de vencimento, o pagamento só poderá ser realizado no Banco do Brasil.

Os segurados do DPVAT podem fazer o pagamento no Banco do Brasil nos diferentes locais que a instituição tem disponíveis. Em todas as terminais de auto-atendimento, você terá que acessar na area de Pagamento e seguir as instruções. Só com o número de placa ou Renavam será suficiente. Também nos correspondentes bancários, identificados com a marca MaisBB, unicamente informando o número de placa, o cidadão tem a possibilidade de pagar o DPVAT. Nestes locais o atendimento é em horários diferenciados, para que você possa realizar suas transações no momento mais conveniente. Com o Banco do Brasil, você pode pagar seu DPVAT em qualquer parte do país.



Documentos Necessários para o Seguro DPVATQualquer vítima de um acidente de trânsito envolvendo veículo tem direito a pedir a indenização do Seguro DPVAT. Seja qual for o número de vítimas que ocasione o acidente, as indenizações serão pagas de maneira individual. Para solicitar uma indenização, a vítima deverá apresentar alguns documentos em um dos pontos de atendimento autorizados. Para saber quais são os centros de atenção você pode acessar no site do Seguro DPVAT. Os tipos de documentos necessários para receber o Seguro DPVAT vão variar segundo a cobertura requerida. Os tipos de cobertura são três, indenização por morte, por invalidez permanente total ou parcial e o reembolso das despesas médicas e hospitalares. Nestes dois últimos casos, a indenização será paga à pessoa acidentada. Nos casos de morte, quem receberá a indenização será o beneficiário da vítima.

Os documentos necessários básicos para solicitar o Seguro DPVAT são o seguintes. Um deles é o Boletim de Ocorrência ou Certidão de Ocorrência Policial, onde deverão constar alguns dados do veículo, como o nome do proprietário do veículo e o número de placa e chassi. Também se deverá apresentar uma Autorização de pagamento ou Crédito de Indenização com os dados do beneficiário e a forma na que deseja receber a indenização. Finalmente, serão solicitadas a documentação da vítima ou a documentação dos beneficiários, ou seja, a Carteira de Identidade/RG ou documento substituto e CPF. Os beneficiários também deverão contar com um comprovante de residência.

A documentação específica necessária para receber a indenização do DPVAT vai depender de cada caso. No caso de indenização por morte, o beneficiário deverá apresentar uma fotocopia autenticada do certidão de óbito da vítima e um certidão de auto de necropsia ou laudo cadavérico que seja fornecido pelo Instituto Médico Legal, em caso de que a causa da morte não for descrita claramente no certidão de óbito. Para solicitar a indenização por invalidez, a vítima o laudo do Instituto Médico Legal emitido na jurisdição do acidente ou da residência da vítima e o boletim de atendimento hospitalar ou ambutorial. E para o reembolso das despesas médico-hospitalares, deverá-se apresentar o relatório o médico assistente, os comprovantes originais das despesas médicas e hospitalares e, se for o caso, o relatório do dentista.



Como Pagar o Seguro DPVATO pagamento do Seguro de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre, mais conhecido como DPVAT ou seguro obrigatório, deve ser realizado junto com o pagamento do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos) ou na data da cota única ou da primeira parcela, no caso dos veículos que, pela categoria à qual pertencem, podem fazer o pagamento em parcelas. Os veículos que têm a opção de fazer o pagamento parcelado são as motos, os ônibus, os micro-ônibus e as vans. As cotas serão três, terão um valor fixo e deverão ser pagas consecutivamente. É importante levar em conta que este parcelamento não será aplicado aos exercícios anteriores nem aos veículos 0km, já que são licenciados pela primeira vez.

No começo do ano, é normal que o orçamento de quem tem um veículo esteja apertado porque tem que pagar o IPVA e IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). Por essa razão, muita gente deixa o pagamento do Seguro DPVAT para outro momento ou para quando for feito o licenciamento. Embora o pagamento atrasado não gere juros, o segurado pode receber uma multa caso seja parado pela fiscalização, já que está em desacordo com o que diz a lei e não será considerado debidamente licenciado. E se o proprietário do veículo sofrer um acidente sem ter pago o seguro, não terá direito a receber a indenização correspondente e não estará isento a ressarcir o pagamento das indenizações às vítimas.

Para saber como pagar o DPVAT, você pode consultar o site do seguro, http://www.dpvatsegurodotransito.com.br. No site você tem os critérios de pagamento e os valores correspondentes a cada categoria de veículo. No paso 3 do site, se clicar em seu estado no mapa, poderá saber como devem pagar o seguro os veículos usados pela renovação e os 0km pelo primeiro licenciamento. Para cada estado estão indicados quais são os bancos que recebem o pagamento do DPVAT. Os veículos que podem realizar o parcelamento, podem gerar as três guias no site. O DPVAT forma parte de sua licença anual do veículo, por isso é muito importante pagar. 



Seguro DPVAT em BrasíliaComo em outras cidades do país, no Distrito Federal os donos de carros têm que ter contratado seu seguro obrigatório, o DPVAT. Este seguro é para os acidentes de trânsito ocasionados pelos veículos automotores terrestres e tem cobertura por morte, invalidez permanente e pelas despesas de assistência médicas e hospitalares causadas. Pode ser usado por qualquer vítima deste tipo de acidentes, seja o motorista, os passageiros ou os pedestres, ou os beneficiários nos casos de morte. O Distrito Federal é uma cidade de grande tamanho e com uma frota que se aproxima a 1,5 milhão de veículos. Com estas características, contar com o Seguro DPVAT na cidade de Brasília é muito beneficioso para toda a população, já que a probabilidade de acontecer um acidente é alta.

Todo o mundo tem direito ao Seguro DPVAT. Para poder pagar o seguro obrigatório na cidade de Brasília, o dono do veículo tem que acessar no site dpvatsegurodotransito.com.br e clicar na opção Pagamento do Seguro DPVAT 2013. Você poderá conhecer quais são os critérios de pagamento do seguro, por exemplo, que o parcelamento será em 3 vezes de um valor fixo, a serem pagas de maneira consecutiva e que a data de vencimento é a cota única ou junto com a primeira parcela do IPVA. Também tem uma tabela para conhecer os valores que tem que pagar cada categoria de veículo, conforme a classificação do Detran, que é o Departamento Estadual de Trânsito.

Em Brasília, o Seguro DPVAT para as motos, os ônibus, os micro-ônibus e as vans usados pode ser pagado à vista ou parcelado. Os demais veículos usados só podem pagar à vista. Fazendo clique onde está indicado no site, você pode gerar as guias de pagamento de segundas a domingos, das 6h às 23h. Para adquirir suas gias, você tem que completar um formulário com o Renavam, o tipo e número de documento, o número de placa, o UF de emplacamento e o ano de exercício do seguro. Depois disso, você pode ir até qualquer banco e realizar o pagamento até a data de vencimento. Em Brasília, o DPVAT é um direito de todos os cidadãos.



Coberturas do Seguro DPVATO Seguro DPVAT é aquele destinado a indenizar às vítimas dos acidentes de trânsito que envolvem  veículos automotores de via terrestre. Toda a população tem direito a receber este seguro. As indenização são todas pagas de maneira independente da apuração sobre o ocorrido, da indentificação do veículo ou de outras apurações. O atendimento das pessoas que são indenizadas pelo DPVAT é através da rede que se encontra distribuída por todo o país. Para receber sua indenização, as vítimas só tem que escolher uma das sucursais autorizadas e apresentar a documentação necessária. O procedimento para o pedido de indenização é simples e gratuito e não precisará de intermediários.

As coberturas do Seguro DPVAT são três. Em primeiro lugar, o seguro cobre a morte do acidentado envolvendo veículos das características já especificadas ou cargas transportadas por esses veículos. Neste caso o valor da indenização, definido pelo Conselho Nacional de Seguros Privados, é de R$ 13.500. Outra das coberturas é por invalidez permanente total ou parcial, com uma indenização de até R$ 13.500. Esta valor é calculado com base no porcentual de invalidez permanente estabelecido na tabela de Normas de Acidentes Pessoais e se leva em consideração o exame médico e os resultados da perícia. A terceira cobertura é das despesas de assistência médica e suplementares (DAMS) decorrentes dos tratamentos realizados por indicação dos médicos. Esta cobertura será só para as despesas que puderem ser comprovadas e tem um valor de indenização e até  R$ 2.700.

As coberturas do Seguro DPVAT são válidas só para os acidentes ocorridos entre o 1 de janeiro e o 31 de dezembro de cada ano. As pessoas que podem usar este seguro para receber uma indenização são qualquer vítima de um acidente ou seus beneficiários, sem importar a quantidade de pessoas envolvidas. Para um acidente não existe um limite de indenizados. O reembolso das despesas médicas será recebido pelo acidentado ou por um terceiro a quem a vítima tenha cedido o direito. A indenização nos casos de invalidez permanente será entregue só a própria vítima. E em caso de morte, a indenização será recebida por um beneficiário, seja o cônjugue, o companheiro ou os herdeiros da vítima.



Como Acionar o Seguro DPVATO Seguro obrigatório DPVAT é o mais abrangente do mundo, já que todos os veículos estão obrigados a pagarem uma vez por ano junto com o IPVA. Todas as pessoas envolvidas num acidente de trânsito ocasionado por um veículo automotor de via terrestre têm direito a receber a indenização do DPVAT, sejam os motoristas, os passageiros ou os pedestres. Este seguro cobre os casos de morte, de invalidez permanente e as despesas médicas e hospitalares e as indenizações são de até R$ 13.500. é muito importante saber que para acionar o Seguro DPVAT você não precisa de intermediários. Tem muita gente que cobra por este serviço e se aproveita dos acidentados ou de seus familiárias para ficar com o dinheiro do seguro. Todo o processo de pedido do seguro é gratuito.

Para acionar o Seguro DPVAT, só basta realizar o pedido de indenização em qualquer central de atendimento autorizada. A partir do ano passado, as agências de Correios de cinco estados estão habilitadas para receber as solicitudes do seguro das vítimas de acidentes de trânsito. Os documentos normalmente requeridos para poder acionar o DPVAT são as cópias do Boletim de Corrência, a carteira de identidade e CPF, o comprovante ou declaração de residência, o recibo com o relatório médico descrito original, o comprovante do pagamento do DPVAT, quando o solicitante for o responsável pelo acidente, e o relatório do dentista, em caso de óbito ou outra situação que o exija.

O interessado tem até 3 anos a contar da data do acidente para acionar o Seguro DPVAT. Nos pontos de atendimento autorizado, o envio da indenização não demora mais de 30 dias. No site oficial do seguro, você pode conhecer os pontos de atendimento que estão distribuídos em todos os estado. Além disso, você pode acompanhar seu pedido de indenização. Esse serviço está disponível de segundas a sábados, das 7h às 20h e os domingos das 12h às 20h. Colocando o número de CPF ou CNPJ da vítima ou do beneficiário, o tipo de cobertura, a data do acidente e a data de nascimento da vítima, você consegue seguir o processo da indenização.



Como Receber o Seguro DPVATO Seguro DPVAT, criado para garantir indenizações às vítimas de acidentes ocasionados por veículos automotores que circulam por via terrestre, começou a ser administrado pela Seguradora Líder a partir do ano 2008. Os acidentes cobertos são os ocorridos nos últimos 3 anos e os que envolvem este tipo de veículos que tenham causado morte, invalidez permanente ou despesas médicas e hospitalares. Os veículos automotores de via terrestre são aqueles com motor próprio e que rodam por terra ou asfalto, como os carros de passeio, os caminhões, as motocicletas, os ônibus, os micro-ônibus e os tratores.

As pessoas que tem direito a receber as indenizações do Seguro DPVAT são os familiares ou os herdeiros legais em caso de morte do acidentado, e o prórpio acidentado nos casos de invalidez permanente ou despesas médicas e hospitalares. O valor da indenização pode chegar até os R$ 13.500 por acidentado, segundo o caso, e não são divididos entre as vítimas, são pagos de maneira individual. Para receber a indenização do DPVAT, o solicitante deverá levar todos os documentos necessários a uma das centrais de atendimento da Seguradora Líder. Com isso, o solicitante receberá um protocolo de entrega dos documentos que serve para que possa acompanhar todo o processo de seu pedido de indenização. É muito importante confirmar que todos os documentos que precisa para o pedido estejam agrupados e assinados de modo correto para evitar a perda de tempo. Além disso, terá que informar os dados bancários corretamente para garantir o recebimento da indenização. Se você não tiver conta bancária, o DPVAT ajudará a abrir sua conta poupança na qual possa receber o dinheiro correspondente.

Solicitar seu pedido para receber o Seguro DPVAT é gratuito. O DPVAT é seu direito. Você não precisa de intermediários. Não é necessário contratar alguém para receber seu seguro nem pedir a indenização à Justiça. Dessa maneira você pode demorar o recebimento de seu reembolso vários anos. Nos pontos autorizados de atendimento, a indenização do Seguro DPVAT é enviada ao segurado em no áximo de 30 dias. No site oficial do seguro, você pode acompanhar o processo de seu pedido online.



Seguro DPVAT na BradescoA Bradesco Seguros, uma companhia fundada há 78 anos para atender as diversas necessidades de seus clientes, além de seus produtos, oferece serviços para cuidar melhor seu patrimônio. Dentro desses serviços, contamos com a possibilidade de realizar os pagamentos, por exemplo, das contas de água ou luz, dos boletos de cobrança ou dos tributos. Entre os tributos, além do IPVA, o Licenciamento, as multas e taxas, temos o Seguro DPVAT. O DPVAT é um seguro que indeniza as vítimas dos acidentes causados pelos veículos que têm motor próprio e circulam por terra ou por asfalto. O seguro oferece três coberturas, por morte, por invalidez permanente total ou parcial e por despesas de assistência médica e suplementares, e pode ser usado por qualquer vítima de um acidente envolvendo um veículo de estas características.

O pagamento do Seguro DPVAT através da Bradesco pode ser feito usando o código de barras e pelo Bradesco Internet Banking, desde as 0h até as 23h. A empresa também oferece outros médios para realizar o pagamento do DPVAT, que são os diferentes canais de atendimento, como o Fone Fácil Bradesco, a Rede de Autoatendimento Bradesco Dia & Noite e as Agências. Para fazer o pagamento do DPVAT na Bradesco, as pessoas que moram na Bahia, em Minas Gerais, no Rio Grande do Sul ou em São Paulo podem usar o Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) ou a placa do veículo para acessar a sua conta e escolher a opção Débitos de Veículos no menu Pagamento.

Uma maneira muito fácil de pagar o DPVAT na Bradesco é através do Débito Automático. Se você colocar suas contas em Débito Automático, não terá mais que se preocupar pelas datas de vencimento e evitará multas e atrasos em seus pagamentos. O Débito Direito Autorizado também é uma boa opção para ter os pagamentos em dia. Você receberá seus boletos eletrónicamente e poderá fazer o pagament da maneira mais rápida. O cadastramento pode ser feito através do site da Bradesco e é muito simples. O serviço de pagamento do Seguro DPVAT na Bradesco é uma grande facilidade para seus clientes. Com esta companhia você tem garantida sua comodidade e segurança.



Seguro DPVAT AcompanhamentoCriado no ano 1974, o seguro obrigatório ampara ás vítimas de acidentes ocasionados por veículos automotores en todo o território nacional. Contar com o seguro DPVAT é um direito que você tem. Por mais que este seguro seja pago por os donos dos veículos, é um benefício para toda a população nacional, já que a indenização atinge qualquer pessoa que sofrer um acidente. Graças ás facilidades de pagamento propostas este ano, hoje o seguro DPVAT é mais acessível para todos. O parcelamento das cotas permite realizar o pagamento até em três vezes sem juros. Pagar o DPVAT é uma contribuição para a sociedade brasileira.

Um dos serviços que oferece a Seguradora Líder é o acompanhamento de seu pedido de indenização do Seguro DPVAT. Após um acidente, o prazo que você terá para solicitar uma indenização será de três anos, segundo o estabelecido no Novo Código Civil. As indenizações podem ser requeridas por qualquer pessoa que resulte vítima de um acidente causado por um veículo automotor que circulem por terra ou por asfalto, ou seja, de via terrestre. As vítimas poderão ser não só os motoristas, os passageiros ou seus beneficiários, mas também os pedestres. O precedimento para receber sua indenização é muito simples y você não precisará da ajuda de intermediários. Os pedidos deverão ser feitos através dos pontos de atendimento do DPVAT distribuídos em todo o país. Apresentando os documentos necessários para cada caso (indenização por morte, por invalidez permanente ou das despesas de assistência médica e suplementares), você receberá sua indenização também no centro de atendimento.

Nos pontos de atendimento autorizados você receberá a indenização em até 30 dias e não deverá pagar nada pela entrada do pedido. No site do seguro DPVAT você pode acompanhar seu pedido de indenização através dos diversos canais de atendimento. Para isso, você tem que assinalar o número de pedido de indenização, digitar os dígitos do número do sinistro e os dígitos do CPF do beneficiário. Depois de clicar no botão Consulta só fica aguardar os resultados. Acesse ao site do Seguro DPVAT, http://www.dpvatsegurodotransito.com.br, e saiba como está o processo de seu pedido de indenização.



Seguro DPVAT AmazonasA partir deste ano o Seguro DPVAT poderá ser pago em parcelas. Esta disposição é para os veículos das categorias que abrangem ônibus, micro-ônibus, vans e motocicletas, que são os que costumam pagar mais pelo DPVAT. Através do Departamento Estadual de Trânsito, o Detran-AM, o Governo do Amazonas aderiu ao pagamento parcelado do Seguro DPVAT. Os donos destes veículos, no Amazonas, podem realizar seu pagamento na modalidade disposta pela Seguradora Líder. O parcelamento será em três cotas de um valor fixo, que deberão ser pagas de maneira consecutiva. O vencimento será o da cota única ou da primeira parcela do IPVA. Para adquirir as guias de pagamento parcelado, você deverá acessar o site oficial do Pagamento DPVAT 2013.

A opção de parcelar o pagamento do Seguro DPVAT no Amazonas será um benefício tanto para os segurados, quem muitas vezes não dispõem do total do dinheiro para realizar o pago à vista, e para o Sistema Único de Saúde (SUS), já que arrecadará mais recursos graças à porcentagem do valor que recolhe o DPVAT que fica para a instituição. Para facilitar informação aos segurados do DPVAT, o Detran-AM realizará algumas ações de orientação, como campanhas de divulgação e o envio de informação nas notificações de licenciamento, em relação aos procedimentos para solicitar o parcelamento do pagamento deste seguro. Também se pode saber mais sobre o tema no site do Detran-AM.

Outras das novidades do DPVAT no Amazonas é o contrato firmado entre os Correios e a Seguradora Líder no qual os Correios se comprometem a captar e enviar as solicitações de indenização do Seguro Obrigatório, deixando isenta a população de pagar esse serviço. Dessa maneira a população fica perto da Seguradora e se evita a ação de intermediários ou de processos judiciais, que são desnecessários ou podem resultar um fraude. O serviço se encontrará disponível em mais de seis mil agências de Correios. O envio, que será por Sedex, torna mais rápido o recebimento do valor, já que o pagamento da indenização ao solicitante deverá ser realizada em até 30 dias, a partir da data de recebimento da documentação correspondente.



Seguro DPVAT AtrasadoO DPVAT, Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres, tem como finalidade o amparo das pessoas vítimas de acidentes de trânsito, sejam transportadas ou não, em todo o território do país, sem importar quem seja o culpável do acidente. Quem pode requerer da indenização do Seguro DPVAT pode ser qualquer vítima de um acidente que envolva um veículo dessas características, ou seja, os motoristas, os passageiros, os pedestres ou seus beneficiários em caso de morte. As indenizações serão pagas de maneira individual, por mais que as vítimas sejam mais de uma.

Em caso do dono do veículo ter o pagamento do Seguro DPVAT atrasado, as vítimas do acidente ou seus beneficiários receberam igualmente a indenização, já que esse fator não os deixa sem direito à cobertura. Mas o proprietário do veículo ficará sem indenização. O Seguro DPVAT deverá ser pago antes da data de vencimento da cota única ou junto com o primeiro vencimento do IPVA. Pelo atraso no pagamento do DPVAT você não terá que pagar multas ou encargos, mas você ficará em débito com a legislação de trânsito e poderá ficar sujeito a uma multa, se for parado por fiscalização. Quando uma pessoa está pagando o seguro do ano passado, esse pago somente terá vigência para esse ano, não tendo mais vigência para esta ano. Se você quiser estar coberto no ano 2013, deverá estar em dia com o pagamento, além de pagar o seguro correspondente a este ano. 

Para receber a indenização de seu seguro DPVAT você tem que fazer sua solicitação no site oficial do seguro. Para isso não precisará da ajuda de intermediários. Preste atenção antes de aceitar ajuda de um terceiro porque pode ser vítima de um fraude ou terminar pagando honorários que são desnecessários. No site você poderá solicitar seu pedido segundo o tipo de cobertura e saber qual é a documentação que precisará para receber a indenização. Também poderá conhecer os pontos de atendimento nos diferentes estados e acompanhar seu pedido online. Se você estiver atrasado no seu DPVAT, faça sua consulta no site www.dpvatseguro.com.br.



Seguro DPVA 2013Junto com o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), os donos de este tipo de veículos estão obrigados também a pagar o DPVAT, Seguro por Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores. A obrigatoriedade deste seguro foi determinada pela Lei 6.194/74 e é a garantia de indenização às vítimas de acidentes ocasionados por algum veículo automotor que circula por terra ou por asfalto.  Com este seguro, se uma pessoa sofrer um acidente, seja o motorista, um passageiro ou um pedestre, terá direito a receber uma indenização por morte, invalidez permanente e também o reembolso das despesas médicas hospitalares. Se bem que o DPVAT seja pago pelo dono do veículo, é um direito de toda a população.

No ano 2013, encontramos-nos com uma novidade que beneficia o segurado. O Seguro DPVAT 2013 para os veículos que pagam mais, as motocicletas, as vans, os ônibus e os micro-ônibus, poderá ser parcelado. Esta categoria de veículos automotores abrange uma grande quantidade, já que são mais de 20 milhões em nosso país. O segurado poderá escolher entre fazer o pagamento à vista ou fazê-lo parcelado. O parcelamento do Seguro DPVAT 2013 será em três vezes sem juros, cotas com um valor fixo a serem pagar consecutivamente. Caso seu veículo seja licenciado pela primeira vez, você deverá realizar o pagamento do seguro só á vista. E para os que tem exercícios anteriores a forma de pagamento também será a vista.

O Seguro obrigatório DPVAT 2013 sofreu um pequeno aumento em relação ao ano passado. O aumento foi de um 4,4%. Os preços das tarifas variam segundo a categoria do veículo. Os carros de passeio, por exemplo, pagarão R$ 105,65, contra os R$ 101, 16 do ano 2012. O mesmo valor corre para os automóveis de aluguel. A categoria mais cara deverá pagar um valor de R$ 396,49. Para saber mais sobre as condições de pagamento do DPVAT 2013, você pode acessar o site DPVAT Seguro do Trânsito e consultar sobre como e onde fazer o pagamento e quanto pagar por seu veículo. O Seguro DPVAT foi criado para proteger toda a sociedade brasileira.



Pagamento do Seguro DPVATO Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre se trata da garantia da indenização que recebem as vítimas de acidentes causados por este tipo de veículos. Este seguro foi criado no ano 1974, para ser pagado por todos os proprietários de veículos automotores, por isso é de caráter obrigatório. Os beneficiários deste seguro são as pessoas vítimas dos acidentes em caso de invalidez permanente ou em caso de reembolso das despesas médicas e hospitalares, e os familiares do acidentado nos casos de morte. Caso a pessoa acidentada seja menor de idade, a indenização tem que ser paga a seu representante legal, ou seja, o pai, a mão ou um tutor.

Para realizar o pagamento de seu seguro DPVAT, você pode consultar o site www.dpvatsegurodotransito.com.br, onde poderá se informar sobre como e quanto pagar pelo seguro de seu veículo. Segundo o tipo de veículo, existem categorias de classificação que irão determinar o valor do prêmio. Há alguns veículos que normalmente pagam o seguro mais caro, como as motocicletas, os ônibus, os micro-ônibus e as vans. Mas para proporcionar facilidades na hora de realizar o pagamento do DPVAT em estes casos, o segurado terá a opção de pagar não só à vista, mas também parcelado. As parcelas se dividirão em três vezes, deverão ser pagas de maneira consecutiva e serão de um valor fixo. O vencimento do pagamento será no mesmo dia que a cota única ou junto com a data da primeira parcela do IPVA. Caso o segurado tenha exercícios em atraso e para os veículos 0km, que estão licenciados pela primeira vez, o pagamento só pode se realizar à vista, não parcelado.

Na página oficial do Pagamento do DPVAT, você poderá encontrar as guias das três parcelas de seu seguro. Você encontrará um mapa e, se clicar no estado onde você mora, saberá como tem que realizar seu pagamento. Por ser parte da licença anual do veículo, com pagamento do DPVAT você terá seu licenciamento em dia. O seguro DPVAT é uma garantia tanto para você como para os passageiros e os pedestres. Por isso, pagar o DPVAT é parte de seu compromisso com os cidadãos.



Valor do Seguro DPVATNo ano 2013, o Seguro obrigatório DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre) sofreu algumas mudanças em relação a seus valores. Este ano, encontramos-nós com valores do prêmio um pouco mais elevados em comparação com os preços do ano passado. Os custos dos prêmios vão variando segundo as categorias dos veículos segurados, que abrangem desde os automóveis particulares, táxis e carros de aluguel, ônibus e microônibus, motoicletas ou veículos de carga, entre outros. Mas uma boa notícia é que, a partir deste ano, o pagamento do prêmio do DPVAT pode ser parcelado em até 3 vezes, para os veículos com um prêmio igual ou superior aos R$ 210,00. Estas parcelas deverão ser pagas junto com o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores).

Os automóveis particulares, por exemplo, que pertencem à categoria 1, passarão a pagar durante este ano um valor de R$ 105,65, contra os R$ 101,16 correspondentes ao ano 2012. Os táxis e carros de aluguel ou destinados à aprendizagem, pertencentes à categoria 2, também deverão pagar este preço pelo DPVAT. Por outro lado, os ônibus, microônibus e vans urbanos, interurbanos, rurais ou interestaduais, da categoria 3, destinados também a aluguel e aprendizagem, pagarão um valor do prêmio de R$ 396,46. Este tipo de veículos, mas que pertencem à categoria 4, ou seja, com cobraça de fretes mas com locação não superior aos 10 passageiros, terão um valor do prêmio do DPVAT de R$ 247,42.

Por sua parte, as motocicletas, motonetas, ciclomotores ou triciclos, que formam parte da categoria 9, passarão a pagar uma quantia de R$ 292,01. Este tipo de veículos, no ano 2012 pagavam R$ 279,27. Por último, os veículos de carga ou tração, como caminhonetes, caminhões, tratores, tratores de rodas, de esteira ou mistos e outros do mesmo tipo, terão um prêmio no Seguro DPVAT de R$ 110,38, contra os R$ 105,68 do ano passado. Os reboques e semi-reboques estão isentos de pagar este seguro, já que deverá ser pago pelo veículo tracionador. Se quiser consultar sobre o valor de seu Seguro DPVAT, poderá acessar ao site www.dpvatsegurodotransito.com.br.



Seguro DPVAT ParceladoO Seguro DPVAT, Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre, é aquele que atende às vítimas dos acidentes ocasionados por um veículo automotor ou por sua carga. Neste caso, são consideradas vítimas os ocupantes dos veículos involucrados, sejam os motoristas ou os passageiros, e até os pedestres. Os beneficiários do DPVAT receberão indenização nos casos de invalidez permanente total ou parcial, por morte e pelas despesas médicas e hospitalares provocadas pelo acidente. Através da Lei 11.492, foram fixados os valores atuais das indenizações deste seguro, que variam dependendo das consequências do sinistro. Depois de apresentar de forma completa toda a documentação requerida, o segurado tem um prazo até 30 dias para receber o dinheiro correspondente.

Tanto os automóveis, como as motocicletas, os ônibus e os vans, além de à vista, o Seguro DPVAT do ano 2013 pode ser pagado em parcelas. Mas não todos os segurados poderão parcelar seu DPVAT. Na disposição estabelecida pelo decreto do ano 2012, resolveu-se que o parcelamento do DPVAT será só para os prêmios com um valor igual ou maior  ao preço mínimo indicado de R$ 210,00. O pagamento poderá ser realizado em até 3 vezes, tendo um valor mínimo de R$ 70,00 por cada parcela. Os seguros que tinham ficado sem pagamento dos anos anteriores não terão a opção de ser divididos em quotas. O mesmo acontece com os veículos zero quilômetros, no momento do primeiro emplacamento.

Se você pagar seu Seguro DPVAT parcelado, será importante saber que o vencimento de sua primeira quota será na mesma data que o primeiro vencimento do IPVA, Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores. As parcelas seguintes também coincidirão com os vencimentos deste imposto e terão o mesmo valor que a anterior. Para realizar o parcelamento do prêmio de Seguro DPVAT de seu veículo, você deverá acesar ao site www.dpvatsegurodotransito.com.br/parcelamento, onde poderá emitir os 3 boletos bancários correspondentes a suas parcelas. Depois de gerados os boletos, você poderá escolher seu banco de preferência para realizar o pagamento. Mas cuidado, porque depois da data de vencimento só poderá pagar a quota no Banco do Brasil. 



Seguro DPVATAlém do Imposto sobre a Propriedade do Veículo, os donos de automóveis, todos os anos, têm a obrigatoriedade de pagar o conhecido DPVAT, ou seja, o Seguros por Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre. Levando em conta a situação do trânsito do país e a quantidade de acidentes que acontecem anualmente, este seguro nos garante contar com um ressarcimento que nos ajude financieiramente em uma situação difícil de afrontar. Os beneficiários deste seguro são todas as pessoas que sofreram um acidente por algum veículo entre nesta categoria, por exemplo, os motoristas, os passageiros, os pedestres ou seus beneficiários, em caso extremo do acidentado sofrer morte. Este seguro, por sua obrigatoriedade, garante o reembolso às vítimas de um acidente de trânsito, nos casos de morte ou invalidez permanente total ou parcial, e também garante a indenização das despesas médicas e hospitalares.

Se você sofrer um acidente, para dar entrada no pedido de indenização, terá tempo durante até 3 anos após a data do sinistro ou a partir da data da perícia emitida pelo Instituto Médico Legal, o IML, se o acidente tiver como consequência sua invalidez. Para solicitar sua indenização de seguro DPVAT, você não vai precisar de ninguém. Tem que estar alerta àquelas pessoas que prometerão ajuda, porque eles só procurarão ficar com a indenização de seu seguro. Também tem que evitar levar seu caso à justiça, você só conseguirá demorar a indenização muitos anos. Se você solicitar sua indenização nos pontos de atendimento, receberá ela em uns 30 dias. Para isso, você terá que apresentar um documento que certifique o acidente, conhecido como boletim de ocorrência, que seja emitido por um órgão policial competente. 

Também será de muita importância que você informe corretamente os dados de sua conta bancária, para que ali possa ser enviada sua indenização. Aquelas pessoas que não têm uma conta em nenhum banco, contarão com a ajuda do DPVAT. Você poderá abrir uma conta poupança na qual receberá a indenização correspondente. Todo o país tem direito a ter o DPVAT, porque qualquer pessoa pode ser vítima de um acidente.